Teleodontologia na Educação Superior:

Abeno apresenta painel da atuação e
resultados do programa na Odontologia

 
 FOUSP

A Abeno apresentou programa de trabalho da Teleodontologia durante Reunião Anual, em Juiz de Fora (MG, que faz parte do Telessaúde, considerado referência mundial pela Organização Pan-americana de Saúde (Opas). O projeto tem o objetivo de ampliar o acesso dos cuidados em saúde, especialmente os dirigidos às populações que vivem em áreas remotas.

O Telessaúde é realizado em parceria com a UNA-SUS, por meio de compartilhamento de conteúdos produzidos pela Telessaúde Redes e disponibilizado no Acervo de Recursos Educacionais de Saúde (Ares), da UNA SUS. A apresentação foi feita pela profa. Ana Estela Haddad (FOUSP – SP), do Núcleo de Teleodontologia, Telessaúde e Centro de Produção Digital da Faculdade de Odontologia da USP (FOUSP – NToRCP DIG-FOUSP), criado em 2007 em articulação com o Programa Teles Brasil e em apoio ao Núcleo São Paulo da Faculdade de Medicina- Disc. de Telemedicina.

Concebido para atuar não ligado a um departamento específico, mas diretamente à Diretoria da FOUSP para dar suporte a todo o Corpo Docente da IES, tem como parceiros o Ministério da Saúde, Bireme, Abeno, CBTms, CFO, Rute (Ministério de Ciências e Tecnologia e International Society of Telemedicine and e-Health (ISTmeH)).

Projeto Abeno/ Teleodontologia já formou a 1ª- turma – O Projeto Abeno destina-se à constituição de redes de trabalho e cooperação relacionadas a políticas públicas nacionais que contemplem a formação odontológica, capacitando docentes e dando suporte aos cursos de Odontologia para a criação de redes de aprendizagem e trabalhos colaborativos em Saúde. Com implantação de núcleos de Teleodontologia e cursos de atividades em Teleodontologia, ativa e compartilha a experiência na Rede Nacional de Telessaúde da UNA SUS.

O Curso de Teleodontologia é certificado pela Pró Reitoria de Extensão Universitária, tendo a primeira turma formada em 2014, com 36 participantes vindos de 32 cursos de Odontologia brasileiros, além de dois estrangeiros, da Colômbia e do México. O curso tem 48 h de duração , sendo 16 h presenciais e a avaliação é feita em momentos presenciais, atividades no Moodle e a apresentação de projeto de implantação de Núcleo de Teleodontologia em seu cursos de Odontologia.

Durante a apresentação também foi analisado o impacto do desenvolvimento tecnológico da Teleodontologia na Educação Superior depois de 14 anos de início do projeto e as tendências nas tecnologias de 16 países dos cinco continentes, e apontados os principais obstáculos do programa, que é combinar o ensino formal - reconhecimento do aprendizado não formal, trabalhos anteriores e experiência de vida – e balancear a vida conectada à não conectada dos aprendizes, entre outros.